sábado, março 16

2003/2013 - 10 anos

Cimeira Lajes/10 anos: 3200 dias de guerra no Iraque custaram centenas de milhares de mortos e biliões de dólares
E há nos Açores quem quisesse aproveitar a Cimeira para promoção turística...

28 comentários:

Anónimo disse...

Caro Alexandre Pascoal
Os Americanos não aprenderam com o Vietname e não aprenderão com o Iraque, as guerras contra os Povos não se ganham, imponham-se, até que chegue o dia da libertação...
O Povo Português ainda não deu a resposta necessária aos vendilhões do tempo, mas lá chegará o dia, por isso que não pensem os responsáveis por esta tragédia serem um dia perdoados.
Parabéns pelo Post e que ele sirva para que o Povo Português não permita que esta gente se candidate a qualquer cargo politico em Portugal.
Parabéns
Açor

Anónimo disse...

Caro Alexandre
O Iraque consistiu numa caixa de pandora, onde os americanos abriram a tampa e de lá de dentro saiu a maior instabilidade "inimaginável" não só para o Povo Iraquiano, mas para toda a região, agora que os Americanos saíram do Iraque podemos ver(para além da fome e da morte) toda a espécie de más formações nas crianças nascidas pós invasão e originadas pela utilização de armas e munições (proibidas internacionalmente)com produtos radioactivos e que trouxeram toda a espécie de doenças aos militares, mas sobretudo aos civis, sendo a sua manifestação mais negativas nas crianças.
Mas para além disso, o País está destruído em toda a linha, com o seu Povo dividido entre as várias religiões e mesmo entre fracções da mesma religião...
A Guerra do Iraque e o seu desenvolvimento teve o condão de quase "justificar" o regime do ditador, Sadame, tal a situação de caos e dum verdadeiro inferno em que se transformou as suas vidas.
Mas os responsáveis mundiais por esta situação(entre eles o governo, PSD de Durão Barroso)estão calados como se nada disso fosse da sua responsabilidade, é urgente que a comunidade internacional, julgue estes responsáveis, verdadeiros criminosos causadores de milhares de mortes e da entrada de toda a espécie de milícias estrangeiras belicistas, terroristas e fanáticas, que nunca teriam entrado no Iraque se não encontrassem o Iraque completamente devastado pela guerra e pela anarquia consentida e fomentada pelos Americanos e seus aliados.
Não tirar ensinamentos desta desgraça é contribuir que a guerra possa ser fomentada em qualquer parte do mundo e que a necessidade da venda e comercio das armas e do domínio do mundo, sejam pasto para esta "peste" totalmente destrutiva da paz e ordem mundial.
Parabéns por nós lembrares desta triste realidade.
Açor

Anónimo disse...

Porque é que V Exas não perguntam aos IRAQUIANOS o que pensam sobre a guerra e as suas consequências???

Assim, em vez de se armarem em moralistas parasíticos da ocasião poderiam apresentar as perspectivas dos envolvidos.

Podem começar pelos Curdos.

Depois entrevistem as mulheres.

A seguir, os Xiitas.

Deixem os próprios dizer de sua justiça e não parasitem a desgraça alheia para, da forma mais ignóbil, elevarem os vossos egos á moralidade de pedestal.

Boa noitinha.

Anónimo disse...

A guerra está prestes a chegar perto de si, Açor.

É como a fibra só que muito mais rápida. LOL

Anónimo disse...

Até é possível que os Iraquianos escolhidos por Vocemessês queiram atirar sapatos em todas as direcções e chamar nomes ao Bush, ao Rumsfeld etc etc.

É possível que sim.

Mas não sei, não sei....

Sinceramente. Não faço a minima.


Eu acho que V Exas estão a presumir que a visão moraloide esquerdista chic da problematique Iraquiene...é a realidade.

Eu acho que não é.

Só mesmo perguntando.

Anónimo disse...

Caro Anonimo
Não deixa de ter "graça", mesmo na imensa desgraça alheia, esta forma enrolada de encontrar sempre uma palavra justificativa para os desmandos do "novo Mundo" "nestes pobres" coitados do terceiro mundo, que sejam explorados nas suas matérias primas, é um favor que estes "beneméritos" fazem, que sejam inundados de doenças, mal formações, desemprego, violência e tudo o mais, que uma verdadeira caixa de Pandora pode ter, tudo bem, que é tudo em nome da civilização e da chiclete, tenha dó, chega de hipocrisia, enfrente o terror que existe nesta zona do mundo, com a verdade que a história nos conta e certamente encontrará a mão dos Americanos e todos os seus ídolos Capitalistas.
Os próprios teriam dito da sua justiça se os estrangeiros não se metessem, você fala nos curdos nos xiitas, mas esquece-se(ou faz por esquecer, que Bush, Pai deixou-os à sua sorte depois de os incentivar à revolta, o que aconteceu?
Foram envenenados por Sadam, esperando que os Americanos os ajudassem, mas não, eles estavam de mãos dadas com Sadam...
A guerra do Iraque é só mais uma guerra ignóbil, que tem por fim, aproveitar-se das riquezas dos Povos e conseguirem pela mentira das pseudo armas de destruição massiva, não só o barril de pólvora hoje existente, como os fanatismos incontroláveis, que a mando sabe-se lá de quem? Destroem e criam um ambiente favorável aos interesses dos donos do Petróleo(digo intermediários)e das fabricas da guerra.
A guerra que diz estar a chegar à nossa beira, continua a ser fruto dos interesses dos seus amigos do capitalismo financeiro que até aqui sempre apoiou, ou tem uma teoria estonteante, da responsabilidade, do Socialismo e do Comunismo, nesta crise e nas suas eventuais consequências?
Mas você está a dormir ou quê?
Claro que os Iraquianos condenam esta guerra e os seus responsáveis, mesmos os que estavam inicialmente com o derrube do Governo, hoje dizem que a miséria é maior, o terror também, a corrupção nem se fala e a própria sobrevivência é um auto de bravura, sem falar na situação ambiental catastrófica em que está o Iraque...
Todos já ouviram da boca dos habitantes do Iraque, veja as reportagens, mesmo da boca de combatentes dos estados Unidos...
Você leva a teimosia e o fanatismo a um nível inacreditável sobretudo porque o tenho como alguém informado.
Saudações Açor

Anónimo disse...

E o homem continua a arrogar-se o direito de falar pelos Iraquianos.

Açor, você não compreendeu patavina do que eu disse.

Não escrevi uma única palavrinha a defender a Guerra do Iraque. Quando a guerra deflagrou, opus-me a esta (Vossa) forma de argumentar que é oportunista, parasítica e hipócrita. Sempre defendi que foi uma guerra estúpida e horrenda mas nunca deixei-me seduzir por esta vossa moralidade de ocasião. Critiquei-a sempre.

Apenas sugeri que colocasse aqui depoimentos dos Iraquianos que V Exas invocam nas vossas exortações moralistas. Deixem os próprios dizer de sua justiça.

Nada mais simples.

Deixe-me explicar-lhe.

Os Curdos estão satisfeitos. Tem a sua autonomia, já não são gaseados por Saddam, e podem usufruir das suas imensas reservas petrolíferas. Eles vendem as riquezas do seu povo a bom preço.

http://online.wsj.com/article/SB10001424127887323628804578347633442751330.html

Companhias Americanas EXCLUÍDAS DA EXPLORAÇÃO PETROLÍFERA NO IRAQUE:

http://www.businessinsider.com/american-firms-shut-out-iraq-oil-fields-2012-10

http://www.time.com/time/world/article/0,8599,1948787,00.html

LEIA COM ATENÇÃO:

"NOT A SINGLE U.S. company secured a deal in the auction of contracts that will shape the Iraqi oil industry for the next couple of decades."

Read more: http://www.time.com/time/world/article/0,8599,1948787,00.html#ixzz2OBetkcCy


Talvez não saiba mas a presente Constituição Iraquiana limita sobremaneira a possibilidade de outros explorarem o petrol Iraquiano. *(*posso explicar-lhe porquê, se desejar) São companhias Iraquianas q estão a explorar o Petrol iraquiano. Não sabia disto, pois não??? Já viu como é que não sabe do que fala????

A mentira das ADM. Sim, Bush filho mentiu, ou melhor, acreditou/usou n/uma mentira de um químico Iraquiano que fugiu para a Alemanha.

Não se esqueça que não se tratou de uma mentira mas de uma manipulação da verdade.

Saddam usou ADM's contra os Curdos e enviou-as para a Síria pouco antes da guerra. As armas químicas recentemente utilizadas por Assad na Síria contra civis eram Iraquianas.

Nunca foi mentira. O que foi mentira, de facto, foi afirmar que a guerra tinha que ir avante por causa das ADM.


Poderia continuar mas não tenho pachorra para estar aqui a gastar latim com padrecos que se arrogam o direito de representar outros...sem saberem patavina do assunto que abordam...




Anónimo disse...

Reportagens?? Quais???

Referências??

Garanto-lhe uma coisa. Xiitas e Curdos não estão tristes com o pós guerra no Iraque.

Os únicos que estão revoltados são os Sunitas.

Saddam era um sunita.

Além disso, as mortes no Iraque, presentemente, resultam das acções terroristas da AQ no iraque.

Os iraquianos sabem, ao contrário do senhor, que quem mata pessoas em mercados com bombas não são os Americanos. Mais de metade da mortandade é da autoria da al qaida no iraque.

Olhe, eu estava a guardar isto mas dê uma vista de olhos aqui. Espero que Não acuse a BBC de ser parcial. A BBC foi resolutamente ANTI-GUERRA. Blair tentou despedir o Director da BBC por causa do sua oposição à guerra.

http://news.bbc.co.uk/2/hi/middle_east/6451841.stm

http://news.bbc.co.uk/2/hi/middle_east/6451841.stm

http://news.bbc.co.uk/2/hi/middle_east/7299569.stm


Anónimo disse...

Sim senhor, tem razão.

Sou um gajo muito bem (in)formado. lol


Anónimo disse...

o anónimo de cima deve adorar os filmes da minha ex, Kathryn.
James Cameron

Anónimo disse...

Cameron? Decididamente não. Sou muito mais selectiva nas minhas escolhas.Não são permitidos carroceiros hollywoodescos na minha casa.

Anónimo disse...

Açor

Caladito? Que pasa?! O gato comeu-lhe a lingua? Ficou perplexo, boquiaberto, estupefacto, menente? A sua imaculada teoria da conspiração foi demolida??

Anónimo disse...

O Açor foi pedir opinião ao Comité Central. LOL

Anónimo disse...


A sua prática é mesmo contrária à sua pseudo ideia libertária e intelectual, você tem uma prática de terror dogmático que ficaria muito melhor nos partidos autocráticos, quando não lhe interessa uma ideia contrária passa para a ofensa(não é que seja susceptível de ser ofendido por estas práticas, pois elas são tão primárias...)tentando ofuscar os outros com o uso despropositado de leituras, que não só, podem ter várias leituras, como não fazem doutrina e podem ser contraditadas por outras.
Por exemplo é mais que sabido que os americanos não só se enganaram como usaram este engano para fazer a guerra, dizer anedoticamente que Bush, não sabia que Saddam se teria libertado das armas químicas em função do controle internacional, é não só inverosímil, como contraria as afirmações dos técnicos, das Nações Unidas que fizeram este controle.
Só mesmo uma atitude provinciana e mesquinha é que pode supor que eu tenho algo a ver com esta sua ideia bizarra de necessitar de conselhos ou de orientação, mas não deixa ser curioso um personagem que bajula toda esta governação capitalista que tem os cifrões numa mão e a bíblia na outra,para me dar lições de independência religiosa.
Por outro lado não estou calado e a única razão que me leva a não dar a resposta pronta e rápida é o facto do meu computador não estar a funcionar bem, como lhe disse em relação ao outro post do Zeca Afonso(e também desta curiosa identificação de letras e números ser do cabo dos trabalhos)...
Não se esqueça que antes de Bush filho ouve Bush Pai e foi este que prometeu auxilio aos curdos e deixou-os ás mãos da vingança de saddam.
Você é dos tais que usa e abusa de citações de programas que ou estão em inglês língua que não domino, ou que têm uma explanação completamente diferente das suas conclusões, pois você agarra em situações concretas, como o facto dos xiitas estarem no governo e terem benesses de oligarquia dominante e retira disso que a situação esta belíssima, depois esquecesse que existe segregação entre os diferentes credos e mesmo na separação entre sunitas e xiitas, se calhar não sabe que mesmo os casamentos antigos entre sunitas e xiitas têm sido perseguidos e dado origem a divórcios e nunca como agora, existiu uma tal separação entre o Povo Iraquiano e nunca como até aqui houve um índice de corrupção e desemprego como o que existe na sociedade Iraquiana.
Dizer que tudo isto é ficção é esquecer que os dados da guerra e das características dos Povos do Iraque, só poderiam dar o cocktail que descrevo, mas para seu conhecimento julgo que foi a BBC que fez um programa que tem passado nas televisões mormente na SIC, que descreve claramente este cenário, depois uma coisa pode ser a Constituição Iraquiana(o que duvido) dizer isto ou aquilo e outra coisa é a realidade, são de facto os estrangeiros sejam eles quem forem(incluindo a alcaeda) que dominam os depósitos de petróleo e não o Povo Iraquiano.
Mas você distorce tudo e como nada mais oferece como prova das suas teorias, lança citações de programas ou textos que não tenho lido(pois não tenho conseguido aceder), mas que nada nos dizem sobre aquilo que é a verdade indubitável, é que acabaram com um ditador e criaram muitos mais e um caldo de terror quer seja da alcaeda(que nunca teria entrado no iRAQUE SEM OS Americanos) quer de outros fanatismos religiosos,que levam a considerar saddam um mal menor mesmo(ou sobretudo)para os interesses Ocidentais a longo prazo.
O que existe no Iraque dos nossos dias é anarquia, terror,morte, descriminação e desemprego resultante dum tecido empresarial e económico completamente destruído pela Guerra.
Saudações Açor

Anónimo disse...

O Açor não deixa os Iraquianos falarem. Ele sabe melhor do que eles e elas o que se passa no Iraque.

Proclama do alto do seu pedestal as verdades morais...dos outros.

Os Curdos foram gaseados por Saddam em Março de 1988, muitos anos antes da primeira Guerra do Iraque.

Ou seja, Bush Pai nada teve q ver com aquele ataque genocida.


Não diga asneiras.


Anónimo disse...

Açor

Você é um exemplo ilustrativo da mentalidade tuga. Falam sobre tudo e mais alguma coisa de forma autoritativa, mesmo quando nada ou pouco sabem do que falam. Isto parece um país de charlatões,

Aprenda mais uma coisita. O Iraque não existe. Existem Curdos Iraquianos, Xiitas Iraquianos, Judeus Iraquianos, Cristãos Iraquianos, Sunitas Iraquianos mas NÃO existem Iraquianos per se.

Boa tarde e ciaozito.

Anónimo disse...

Açor

Eu também uso os erros que cometo. O problema é que a maior parte do tempo não me apercebo que estou a cometer um erro. Se não estou consciente do erro como o posso usar???

Ha pouco, por exemplo, usei um termo Inglês que aportuguesei sem me dar conta (não se pode dizer "de forma autoritativa" em Português. Em Inglês, podemos.) Todos nós erramos e eu gosto de conversar com o Sr. Mas sou franco consigo, como sabe.

Explique lá o que se passa com o seu computador. Talvez lhe possa ajudar.

Está muito lento? O que é que se passa com as letras e com os números?

Diga-me o seguinte:

Usa Windows? Se a resposta for sim, qual das versões? (Vista, 7, 8)

Se me explicar tintim por tintim o que se passa eu e o Sr arranjámos o seu computador num instantinho.

Cumprimentos
z

PS: as minhas desculpas por lhe ter ofendido. o Sr não é como a maioria dos comentadores televisivos tuga. é bastante mais curioso, o q n é nada mau.

Vamos endireitar este seu computador???





Anónimo disse...

Caro Anonimo
Antes de mais os meus agradecimentos pela oferta em me consertar o computador via virtual, mas penso que será um pouco dificil para mim dado ser quase infoexcluido(como diz um amigo meu).
A questão dos números e letras tem a ver com a identificação para entrar os comentários no ilhas(umas vezes são ao sumidos que não se entendem)no caso do dito comentário só passado uns dias é que entrou.
Não me ofendeu pois como lhe disse as ofensas a mim necessitam de serem graves, imitei-me a constatar que esta abordagem não era a melhor para fazer prosseguir um dialogo.
Existe uma grave(na minha opinião)característica de certas pessoas,(penso que dá ideia de se incluir nelas)que necessitam de disser ás outras, aquilo que gostavam de dizer a si próprias, quase como se tivessem a se mirrar no espelho(que não usam em casa), não sei a razão desta característica, se calhar advém do período que não havia espelhos(risos), mas a verdade é que muito do que lança na conversa, respeitante aos outros, bem que podia ser com mais propósito, ser aplicado a si.
Para seu governo eu sou açoriano e os meus Pais também, por isso, ou estes Tugas são um conceito amplo que abrange os açorianos, ou você é estrangeiro e não comunga deste atributo.
Em relação aos amplos conhecimentos que possui e dá de barato que eu não possuo, tenho a dizer que independentemente de não considerar que comentar bem, seja uma questão aritmética de possuir mais conhecimentos,não fica claro que uns conhecimentos sejam melhores do que outros, pelo menos da minha parte dou de barato a minha imensa ignorância e algum conhecimento racional da mesma, ao mesmo tempo que me esforço para reflectir e usar da melhor forma as minhas capacidades de analise.
O Iraque como a Jugoslávia tinham características especiais como Países multi-plurais, mas no fundo não são diferentes de todos os outros que têm religiões, línguas e povos distintos e um território que os une.
É verdade que a situação existente no Iraque e proporcionada com a guerra lhe tenha retirado a argamassa que os unia,(como lhe disse no comentário, em que a divisão começa nas próprias famílias mistas, anteriormente em paz) como de resto aconteceu com a Jugoslávia em que Tito como de certa maneira(eventualmente com as piores razões)Saddam Hussein, consegui no Iraque.
Provavelmente os Curdos foram gaseados anteriormente em data que desconheço, mas o que disse esta igualmente certo, pois na data do cessar fogo da 1º. guerra do golfo em 2 de Março de 1991, rebentou uma guerra civil no Iraque os xiitas no Sul e os Curdos no Norte, o Sadam foi mesmo sujeito a uma tentativa falhada de atentado, no que resultou numa mortandade nos seus opositores tendo sido usado armas químicas.
É neste caso que digo porque li, que o Bush prometeu auxilio aos opositores e recuou depois destes avançarem, se não tivesse havido esta promessa os opositores não seriam loucos em avançarem, aliás tudo apontava para que os Americanos tivessem feito a guerra para derrubarem Hussein, embora diga a verdade que a América se limitou a ponderar o valor dos seus aliados e apostar num Koweit contra outro Iraque.
Já lhe disse muitas vezes que as verdades como tudo, são realidades relativas, subjectivas e mutantes, não proclamo verdades morais nenhumas e se bem se lembra são os seus amigos capitalistas que são mais apegados ás verdades morais e ao fanatismo religioso, o bush era exemplo disso era duma seita ultra fanática e conservadora, como boa parte dos americanos.
A questão é outra, é que não podemos ignorar os sinais quer eles sejam números(dos mortos e da realidade económica e politica do Iraque DOS NOSSOS DIAS)quer sejam relatos de tantos "independentes" como os próprios militares americanos que combateram no Iraque e muitos sofrem de doenças ligadas ao armamento e a doenças do foro psicológico, não querer ver estes sinais é justificar as suas convicções politicas para além do razoável.
Saudações
Açor

Anónimo disse...

Açor

Passou da análise política descuidada e algo precipitada para a análise psicanalítica. Erra nas duas.

Provavelmente os Curdos.... Provavelmente??? LOL

Os Curdos foram gaseados em 1988. A primeira Guerra do Iraque começou em 1991.

Minha Nossa Senhora!! O Sr LEU ALGUM COMENTÁRIO MEU A DEFENDER A GUERRA DO IRAQUE, A MORTANDADE que dela resultou etc.

NÃO LEU.

VEJA se percebe o que eu lhe estou a dizer:
APESAR da mortandade, da situação miserável de milhões..os CURDOS, os XIITAS e os CRISTÃOS IRAQUIANOS preferem o pós guerra ao regime de Saddam.


Açor

Eu sou Açoriano, Português, Europeu, Atlanticista.

O facto de eu ser Português não me impede de interpretar a minha própria cultura tuga que, no particular da análise política/comentário político é decididamente mediocre. Na GB, país onde se fazem os melhores docs políticos do mundo (com França, Alemanha e EUA mesmo atrás), só se convidam especialistas para falar de certos assuntos.

Por exemplo, se for preciso alguém para bla bla sobre a Líbia, a BBC convida Alison Pargeter, George Joffe. Em Portugal, infelizmente, a RTP raramente convida o Sr. Prof. Dias Farinha (casos raros). Poderiam também convidar a Dra Maria do Céu Pinto.

Mas não. Quem é que convidam?????

Estes charlatões que falam de astronomia, futebol, andebol, os estranhos rituais de acasalamento dos lemingues, mecânica quântica, política internacional, assuntos constitucionais, etc etc

São DILETANTES. Ou seja, charlatões.

Percebeu ou quer que seja mais explicito ainda???

OS tugas gostam de charlatonice. São pavões. Ponto final.

http://videos.sapo.pt/sicnoticias/playview/97

http://www.google.pt/imgres?imgurl=http://3.bp.blogspot.com/-M9lNH5SaCBg/UCk1aTiulAI/AAAAAAAAI-0/iQFrl3ww684/s1600/b91315a3eb41c37570135fb15a50c43b.jpg&imgrefurl=http://rouxinoldebernardim.blogspot.com/2012/08/marcelo-rebelo-de-sousa.html&h=533&w=800&sz=42&tbnid=cx01yP_iNNuM7M:&tbnh=69&tbnw=104&zoom=1&usg=__DTJYjXmqOxwHRY4iBl-CXkzEtDE=&docid=jd4MGpQ8TvdaDM&hl=en&sa=X&ei=AbVNUcbHLO6y7Ab02oGoDg&ved=0CJ4BEP4dMA4




Anónimo disse...

Açor

Mas V Exa acertou em cheio no seguinte:

Tito e Saddam mantiveram os seus países (ficticiamente) unidos pela via da repressão implacável de qualquer movimento de contestação política.

Quanto ao resto, devo dizer-lhe que não simpatizo nadinha com Bush, Pai ou Filho. Sou Liberal e como tal situo-me politicamente nos antípodas destes senhores conservadores republicanos. Gosto dos mercados livres mas não gosto de fanáticos capitalistas.

Você tem que apurar os seus dotes psica-analíticos. Não acerta uma.

abraço&cumprimentos

Anónimo disse...

As verdades são só plásticas e infinitamente relativas ou relativizáveis para os mentirosos, para os manipuladores e para os preguiçosos (intelectuais).

Anónimo disse...

Caro anonimo
Continua com os mesmos tiques, fala dos tugas onde se inclui, para a seguir se retirar estrategicamente de comentador(sem titulo, como eu)para os poder destruir a contento, mas sem se incluir como mais um dos charlatães, como apelida todos os outros(fico agradecido por me incluir, vindo de si é um elogio).
Sente-se e veja que você, das duas uma, ou tem um distúrbio, que o faz interpretar ao contrário as informações que recolhe, ou arma-se em conhecedor de coisas que realmente nunca pós os olhos ou os ouvidos em cima, me desculpa a franqueza, mas é mesmo triste todo o seu convencimento de asneira atrás de asneira, no mínimo vai investigar se não houve uma rebelião após o cessar fogo na primeira guerra do golfo, e se tudo o que lhe disse, que nem foi invenção minha, nem a pude constatar in loco, como é óbvio, foi informação que já tinha mas que me levou a confirmar.
Ainda agora ouvi na CNN(eventualmente considerada perigosa comunista por si)que a grande maioria dos que queriam a intervenção dos Estados Unidos agora estavam contra devido ao desastre que esta se converteu, é claro que falo de Iraquianos a viver no Iraque, para além disso se estima em mais de 130 mil mortos do lado dos iraquianos e de milhares do lado dos Americanos, não invente esta é a voz dos iraquianos E NÃO AS SUAS ESPECULAÇÕES, NÃO QUERIA SER TÃO DURO CONSIGO, MAS REALMENTE, você tem um comportamento psicológico que não revelo, mas que necessitava de ser visto...
As verdades são realmente como disse, esta é a história das ideias humanas e do seu desenvolvimento levava muito tempo a explicar esta ideia, nem queria ser petulante, mas aconselho-o a ser menos assertivo em relação a si e aos seus conhecimentos, mas sobretudo em relação a interpretação que faz dos mesmos, é que conhecimentos adquiro-os em qualquer lado, saber interpreta-los ou se tem veia para isso ou nada feito.
Você diz que não concorda com este e aquele, mas consegue ser o seu mais ferrenho defensor, defina-se homem e eu estou a ser seu amigo(volto a disser que espero mais de si)e cabe aos amigos a palavra mais dura, mas fraterna.
Você não esta de acordo com a guerra, mas gosta de ter um discurso a atacar os que falam contra a guerra, parece aquelas mulheres fartas de abortar, mas que se manifestam ou manifestaram contra as que falaram a favor da liberalização do aborto, não seja mesquinho nem pseudo intelectual das meias tintas defina-se e não tenha medo de ser contra as primas donas da classe dominante.
Pense no seu bailado entre o que diz defender e aquilo que de facto defende, se o problema de interpretação se revela na sua expressão, procure ajuda profissional, pois resolvidos estes problemas se calhar se ganha um melhor comentador e sobretudo um melhor cidadão.
Saudações Açor

Anónimo disse...

Açor

Primeiro, aprenda a escrever, a ler e a exprimir-se como deve ser.

Segundo, habitue-se á ideia elementar de corroborar os seus argumentos.

Terceiro, quando confrontado com dados factuais que contradizem o que diz, não ataque o mensageiro. Procure antes compreender a mensagem.

Os que estavam a favor e agora estão contra NÃO SÃO Curdos ou Xiitas Iraquianos.

Você fala em nome de um povo que não concorda consigo. Percebe?







Anónimo disse...

Caro anónimo
Não falo em nome de nada, exprimo as minhas ideias livres, com base no que colho das noticias que chegam destes Países.
Exprimo-as como sei e posso e não reconheço em si dotes para ser tão assertivo no que é verdade ou não, você diz que as minhas fontes não exprimem o Povo curdo, Xiita ou outro, mas que raio de legitimidade tem você para decidir, que as suas fontes emanam do Povo Iraquiano e as minhas Não?
Não seja ridículo, a distancia que está desta realidade é igual à minha e as fontes informativas são teoricamente as mesmas, sendo assim de onde lhe vem esta superioridade não justificada?
Um Povo que teve uma dimensão de mortes superiores a 100 mil,(sem ter emprego, saúde ou liberdade)tem alguma satisfação com a realidade que saiu desta invasão?
Mas que dados factuais(e demonstráveis) é que apresentou?
Limitou-se a expor a sua visão dos factos, sem os demonstrar e sem procurar nas informações disponíveis, os por mim apresentados, esta atitude de usar os outros como espelho onde reflecte as suas dúvidas é recorrente em si, nada tenho contra isto, desde que isto pudesse ser uma catarse para o ajudar nos seus problemas existenciais,(no fundo temos que ser uns para os outros)o que não posso é reparar que desta experiência nada aprende, e limita-se a insistir no erro de encontrar nos outros, bodes expiatórios para as suas frustrações.
Não vejo nestas minhas participações um concurso de retórica ou de bem escrever, mas sinceramente você tem uma desmedida falta de apreciação da realidade comparativa, ao mesmo tempo que exala um excessivo narcisismo sem razão, mas esteja descansado que nada lhe digo que possa desfazer esta sua imagem de bom escritor.
"...Eu falo em nome de um Povo que não concorda comigo...", ao dizer que a situação da invasão e ocupação (de um exercito vindo de longe e de uma cultura tão diferente e longínqua,e que provocou mais de 130 mil mortos)é mal apreciada por este Povo(como na imensa maioria das invasões que aconteceram na História dos Povos)e você que faz a apologia desta mesma invasão, tem a concordância deste mesmo Povo.
Não se enxerga na irracionalidade desta sua conclusão?
Havia profecias que o século 21, traria fenómenos "transcendentes", eu não acreditava, mas agora, face à sua personagem, começo a levar estas profecias mais a sério.
Saudações Açor

Anónimo disse...

Eu ainda não botei olho nas suas fontes?

As minhas fontes??

Veja os links da BBC e peça a alguém que os traduza para si.

Iraq 10 years on: GOOD TIMES in Kurdish Irbil

http://www.bbc.co.uk/news/world-middle-east-21900576

http://news.bbc.co.uk/2/hi/middle_east/6451841.stm

http://news.bbc.co.uk/2/hi/middle_east/7299569.stm

---

Você está a falar em nome de 3 povos 2 dos quais estão mega mega satisfeitos por se terem livrado de Saddam.

Viver como Curdo ou Xiita nos tempos de Saddam não era pêra doce. Era pior, muito pior, do que a segunda guerra do Iraque.

Esta sua propensão para padre leva-me a pensar que andou no Seminário.


Anónimo disse...

Eu ainda não botei olho nas suas fontes!!!
Que fontes serão estas que eu desconheço, por toutatis!?!?!?! Será a RTP e o Professor Marcelo? A SIC e a sua Quadradura? Ou será o Professor Búbú ???

Anónimo disse...

Os links estão lápacima. Clike e peça a alguém que os traduza. Não me ofereço como traductor porque suspeito que V Exa duvidaria da minha (impoluta lol) integridade.

A questão que deveria, na minha op, interessar este seu intelecto de estalinista é esta: porque raio é que a maioria dos Iraquianos ainda manifesta alguma satisfação pelo fim do Saddam MESMO e APESAR da mortandade etc etc??? Parece bizarro, bem sei, mas é a verdade. Porque raio é que aqueles malucos preferem um pós-guerra caótico e infernal à era Saddam??????????????????????????????????????????????


A resposta: Saddam devia ser pior ainda. Muito pior.

PS: repare num detalhe importante. Desde há muitos anos a esta parte que a maior parte da mortandade é CAUSADA (não pelos Americanos ou pelos Brit ou pelas forças da coligação) MAS PELA Al Qaida (que n estava lá antes da invasão)....

Anónimo disse...

Caro anónimo
Já me leu(virtualmente e sem autorização minha) a "sina" muitas vezes, desde ser Continental, jurista, Estalinista, Comunista,e agora que andei no seminário...
Enfim entretenha-se com aquilo que quiser, eu não (prego) a liberdade mas uso-a como lema de vida, há outros que gostam do mexerico.
Eu dou de barato que(devido à minha ignorância informática, assumida como sempre,)não consiga assumir aos seus famosos lings por responsabilidade minha, mas que clicando nos ditos ling não acedo, não acedo...
Mas vamos à substancia,para você um gato seria um Tigre e a noite dia, esta é a hipótese da verdade não ser objectiva, mas a leitura subjectiva dos impulsos objectivos construídos pela visão pessoal,(é um ligeiro toque da sua visão ditatorial da unicidade da verdade)por mais que diga que é libertário, liberal e anti totalitário, revela o seu contrário em tudo o que escreve, pois é a sua personalidade não engana, é mesmo totalitário a sua visão do mundo é a única que admite...
Será que as suas fontes lhe resolvem a questão infantil de saber que querer se livrar de Saddam não é o mesmo que aceitar a invasão americana e as consequências deste facto histórico?
Eu posso e quero, me livrar de Passos Coelho, mas não queria que a Espanha(ou seja lá que País for)me invadisse para me libertar deste Governo, como o Povo Português não quis ser invadido para se libertar de Salazar.
Você tem raciocínios de oito ou oitenta, para si não querer ser subnutrido é querer ser obeso morbita e depois não diga que é um disparate considerar que tem uma mentalidade não flexível.
Você descobriu mais uma vez a pólvora, a Al Quaida, veio depois da invasão,claro, por isso é que é resultado da invasão, lógico meu caro.
Você me desculpe ou é teimoso ou por mais informação que tiver as suas escolhas serão deturpadas, ou por um fanatismo militante ou por uma coisa que nos computadores é definida como zeros e uns e que no cérebro são neurónios.
Saudações
Açor